Fisco recuperou 1 100 milhões de impostos indevidamente retidos por empresas

http://www.portugal.gov.pt/pt/GC18/Noticias/Pages/20101201_Not_Fisco.aspx

 

2010-12-01O Estado já recuperou 1 100 milhões de impostos em 2010, grande parte dos quais indevidamente retidos por empresas que utilizam mecanismos ilegais e frequentemente fraudulentos. Estes impostos eram retidos pelas empresas ou indivíduos após os terem cobrado aos seus clientes ou terem descontado aos seus trabalhadores distorcendo, em alguns casos, o mercado e criando injustiças fiscais.

Este desempenho da Direcção-Geral dos Impostos permitiu que o volume da dívida pendente de cobrança seja o mais baixo dos últimos dez anos, sendo cerca de metade do existente há apenas três anos. Esta concretização permite, também uma reposição social já que a fuga aos impostos é um factor de injustiça social e fiscal, que onera os contribuintes cumpridores, distorce a concorrência entre empresas e cria uma situação de privilégio inaceitável aos contribuintes incumpridores.

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s

A %d blogueros les gusta esto: